Goiânia sedia encontro inédito sobre Neuropsicologia

Goiânia sedia encontro inédito sobre Neuropsicologia

38

De acordo com projeções das Nações Unidas, o número de idosos será maior do que o de jovens menores de 15 anos, pela primeira vez, em 2050. O dado, claro, coloca o assunto em pauta – não somente nas áreas previdenciária ou médica -, mas também revela a importância da capacitação de profissionais da Neuropsicologia, a especialidade da Psicologia que mais cresce nos últimos anos. E esse é justamente um dos objetivos da 7ª edição do encontro “Neuropsicologia na Prática Clínica”, que será realizado em Goiânia nos dias 26 e 27 de agosto.

“A neuropsicologia pode estar presente em qualquer área de atuação da psicologia, como recursos humanos, trânsito, escola, hospitais e clínicas particulares. Uma avaliação neuropsicológica acurada é imprescindível para a intervenção correta de uma doença ou transtorno. Um problema de memória em um idoso, por exemplo, pode estar associado a um quadro de depressão, demência ou até intoxicação medicamentosa. O neuropsicólogo levanta o perfil de sintomas que o paciente apresenta, atuando, assim, na orientação da intervenção mais adequada, em conjunto com outros profissionais das áreas da Saúde ou Educação”, explica Marina Nery, diretora do Núcleo de Ensino e Pesquisa em Neurociências (Nepneuro), que coordena oficialmente a realização do congresso em Goiânia.

Marina ainda destaca que a neuropsicologia clínica, tema do encontro, se dedica à investigação do perfil cognitivo-comportamental de pacientes a partir da fundamentação oferecida pela especialidade, mas também da interface com diversas ciências como Medicina, Terapia Ocupacional e Fonoaudiologia. “Uma má formação do neuropsicólogo provoca falhas de diagnóstico, de tratamento e, certamente, gera um estresse enorme na família do paciente e na própria sociedade. Já pegamos caso de uma pessoa que foi tratada por 19 anos como autista e na verdade não tinha o transtorno do espectro autista. Por isso, a importância de cursos, debates científicos e pesquisas constantes nessas áreas”, acrescenta.

Uma das professoras do Nepneuro, a neuropsicóloga Pethra Ediala, lembra ainda que o déficit de profissionais no mercado é considerável, principalmente no setor público. “Apesar de já estarmos em nossa sexta turma de especialização aqui em Goiânia, percebemos a falta de neuropsicólogos ou a própria banalização da aplicação dos testes. Na área de Saúde, no setor público, apenas grandes centros como o CRER contam com ambulatório neuropsicológico. Esse cenário começa a mudar quando fomentamos as iniciativas de debates científicos e congressos”, diz ela.

TEMAS
Além da neuropsicologia no envelhecimento, o encontro coloca na mesa de debates temas como encaminhamento para exames neuropsicológicos de crianças e adultos, distúrbios do sono e de aprendizagem (como dislexia e discalculia), reabilitação, e neuropsicologia forense.

Os membros do Conselho Deliberativo da Sociedade Brasileira de Neuropsicologia (SBNp) Leandro Fernandes Malloy-Diniz, Paulo Mattos e Jerusa Salles são alguns dos palestrantes do evento, que conta ainda com especialistas e mestres goianos de renome como o neuropsicólogo Leonardo Faria, que foi convidado pela Polícia Civil de Goiás, em 2012, para traçar o perfil do suspeito de uma chacina que ocorreu em Doverlândia.

A programação ainda prevê coquetel com lançamento de livros e estudo de casos clínicos. Mais informações sobre o encontro e sobre as inscrições, que já estão abertas, pelo site www.nepneuro.com.br ou pelo telefone (62) 3624-9901.

SOBRE O NEPNEURO:
Em atividade desde 2007, o Núcleo de Ensino e Pesquisa em Neurociências (Nepneuro) atua em três vertentes: oferta de cursos – inclusive de pós-graduação lato sensu – para profissionais e estudantes das áreas de Saúde e Educação, entre outras; e loja com material didático e revenda de testes de uso exclusivo de psicólogos, além de outros materiais de uso não restrito. Na loja, os profissionais também recebem diversas orientações sobre os produtos que querem adquirir.

A terceira vertente de atuação do Nepneuro refere-se ao atendimento clínico, que além de visar a reabilitação cognitiva do paciente, amparando-o tanto nas dificuldades físicas quanto nas psicológicas, inclui ainda oferta de serviços como a própria avaliação neuropsicológica, psicoterapia e atendimento multiprofissional que abarca fonoaudiologia, terapia ocupacional e fisioterapia, por exemplo. O Nepneuro está localizada na Rua 147, número 313, no Setor Marista, em Goiânia.

SERVIÇO:
Assunto: VII Neuropsicologia na Prática Clínica
Quando: 26 e 27 de agosto de 2017
Local do evento: Comunidade Educacional Pequeno Príncipe – Rua 30, nº 55, Setor Marista
Realização: Nepneuro
Parceiros: Pearson, Ilumina Neurociências Aplicadas à Saúde Mental e Centro de Neuropsicologia Aplicada (CNA)

Sem comentários

Deixe uma resposta