domingo, 17 junho, 2018
Cidades

16
Fonte: Internet

Imagem relacionadaA artista quis fazer a diferença no lançamento da segunda temporada do seu reality show dedicado à dança
Aos 49 anos, Jennifer Lopez exibe ‘pernas matadoras’ em evento. Jennifer Lopez é mesmo como vinho, quanto mais os anos passam, melhor fica. Recentemente, a artista chamou atenção durante um evento que aconteceu na Califórnia, na segunda temporada do seu reality show de dança, ‘World of Dance’.

Com um vestido pérola, Lopez exibiu orgulhosamente as suas pernas ‘matadoras’, sempre realçando o seu lado sensual, como já é de costume.

A cantora é mãe de dois filhos, os gêmeos Emme e Maxiliam, de nove anos, frutos do seu anterior casamento com Mark Anthony. Atualmente JLo está num relacionamento com o jogador de basebol Alex Rodriguez. (Reprodução Internet)

14
Imagem: Divulgação Secom

A Prefeitura de Goiânia promove nesta sexta-feira, 2, mais uma edição da frente de serviços. Desta vez, a região Sudoeste da cidade recebe os atendimentos da administração municipal. A partir das 8 horas, atendimentos de diversas secretarias estarão à disposição dos moradores do Madre Germana II.

O prefeito Iris Rezende manteve as frentes de serviços no período chuvoso para que os atendimentos às demandas não fossem interrompidos até a volta dos mutirões. “É um grande momento de convívio com a população, onde poderemos ouvi-los e resolver problemas da comunidade”, destaca.

As ações se concentram até 16 horas, na saída para Aragoiânia – GO-040, no Conjunto Habitacional Madre Germana II, enquanto servidores da Prefeitura percorrem ruas e avenidas da região com trabalhos de infraestrutura, limpeza e conservação.

Operação tapa-buracos, pintura de meio-fios, limpeza e retirada de entulhos, revitalização da sinalização horizontal de trânsito e reformas de prédios públicos fazem parte dos trabalhos da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) e Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg).

Já o atendimento à população consistirá na prestação de serviços de saúde, como aferição de pressão arterial, vacinas, medição de glicemia e exames de eletrocardiograma. Está prevista, também, a distribuição de mudas de hortaliças, plantas do Cerrado, orientações sobre plantio, corte de cabelo e atividades lúdicas para crianças.

Fonte: Secom

18
Imagem: Divulgação Secom

A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) intensificou suas ações de limpeza após forte chuva que caiu no princípio da noite de ontem, 29, na capital. De acordo com levantamentos do órgão, vários locais públicos sofreram pelo menos algum tipo de dano material, exigindo mais trabalho dos servidores. O temporal derrubou sete árvores, causando transtornos aos moradores, e também cerca de 10 praças públicas tiveram estragos e já passam por reparos.

A região Sul foi a mais afetada com a queda de galhos nas ruas e calçadas. O setor Jardim América teve o maior índice de ocorrências. Os moradores das Ruas C-131, Rua 159, Rua C-32 e Rua T-06, na divisa com Setor Bueno, tiveram dificuldades de locomoção com seus veículos, após as quedas de árvores que interditaram as vias. Uma equipe da Comurg que estava de plantão foi acionada para execução dos serviços.

Já na Av. Nerópolis, localizada na Vila Clemente, mais transtornos por conta da chuva: após intenso trabalho, os galhos de uma árvore que caiu foram retirados e a passagem desobstruída. No Jardim da Luz, na Av. Planalto, fundo do Hospital de Doenças Tropicais (HDT), uma árvore de meio porte caiu, impedindo o trânsito local. Outro incidente com galhos aconteceu na Alameda das Mansões, no bairro Capuava. Todas as árvores e galhos já foram retiradas por equipes da Comurg.

Além das árvores caídas, as águas da chuva trouxeram bastante sujeira. O Córrego Cascavel, nos pontos onde transbordou, trouxe acúmulo de lixo, exigindo maior atenção da equipe de limpeza.

Parque Vaca Brava – O temporal que caiu na noite de ontem também contribuiu para o acúmulo de lixo no Parque Vaca Brava de Goiânia, após festa de alunos aprovados em instituições de ensino superior. Foi preciso deslocar 20 servidores da Comurg para auxilar a AMMA na limpeza de toda sujeira acumulada pelos jovens. Garrafas, papéis, papelões, sacolas plásticas, além de galhos e folhas das árvores contribuíram para o aumento do volume de lixo e danos causados pela forte chuva. A operação de limpeza durou todo o período da manha.

Segundo o presidente da Comurg, Denes Pereira, normalmente são utilizados dez sacos de lixo para os serviços de limpeza das vias do parque. “Já nesta operação, todo lixo retirado do parque dava para preencher 80 sacos de 50 litros cada, e isso exigiu um reforço na operação”, afirmou.

11
Imagem: Reprodução TV Anhanguera

Mais de dois milhões de crianças e adolescentes estão fora das escolas no país, segundo um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número equivale a 5% dos indivíduos nessa faixa etária.

Uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) revelou que quase metade dos 800 municípios pesquisados não tem medidas vigentes para acabar com a exclusão escolar, como monitoramento das crianças que não estão indo ao colégio. Nestes casos, a responsabilidade fica toda com os pais, que nem sempre conseguem cumprir o que é garantido por lei.

De acordo com o ‘G1’ com informações do Ministério da Educação (MEC), as prefeituras são as gestoras das redes escolares e cabe a elas fazer esse monitoramento.

15
Imagem: Divulgação Internet

Desde a última segunda-feira, 15, moradores de Aparecida de Goiânia recebem mensagens com alertas de desastres naturais por meio de SMS. O serviço da Defesa Civil Nacional em parceria com as operadoras telefônicas informa o cidadão sobre tempestades, vendavais, alagamentos, risco de deslizamento e outros fenômenos meteorológicos. Para receber as notificações, o usuário precisa se cadastrar na plataforma, enviando o CEP de onde mora para o número 40199. O serviço, que é gratuito, já é disponibilizado no Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

O monitoramento de pontos considerados críticos e o envio dos alertas são feitos pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e pela Defesa Civil de Aparecida de Goiânia, que analisa de forma simultânea dados de nove pluviômetros e de um radar hidrológico que medem o índice de chuvas e a profundidade do Ribeirão Santo Antônio, um dos principais córregos da cidade.

“Esse serviço é fundamental para que possamos realizar ações preventivas e tomar decisões imediatas quando necessário. Também podemos avisar o cidadão antes que aconteça algum fenômeno natural de risco em nossa cidade”, ressalta o secretário de Meio Ambiente Ezizio Barbosa.

Segundo levantamento realizado pela Defesa Civil do município, existem 53 erosões, 22 pontos de risco, 22 pontos de alagamento e 20 áreas de risco em Aparecida. Ao todo, são 117 áreas vulneráveis. “Nossa preocupação é com a segurança da população, preservação ambiental e com a infraestrutura da cidade. Com essas informações e auxílio da tecnologia, iremos trabalhar com maior rapidez, evitando acidentes e preservando vidas”, assegura o superintendente de proteção e Defesa Civil, Juliano Cardoso.

O serviço de envio de alerta por SMS já funciona em cerca de 20 países, como Canadá, Chile, Bélgica, Filipinas e Japão. No Brasil, Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), quase dois milhões de pessoas já se cadastraram, tendo sido enviados 1.775 alertas e aproximadamente 25 milhões de mensagens de texto.

ATENDIMENTO
A população pode entrar em contato com a Defesa Civil pelos telefones (62) 3545-6036, (62) 8471-5300 e (62) 8471-7800. Os telefones funcionam 24 horas. Outra opção, caso a pessoa não se lembre dos números, é ligar no 199, que é da Defesa Civil Estadual ou no 193 do Corpo de Bombeiros. O órgão fará a triagem da ocorrência e encaminhará imediatamente à Defesa Civil de Aparecida. (Fonte: Rodrigo Augusto)

6
Imagem: Divulgação

Resultado de imagem para governo junto de voce goianiaA 62ª edição do Governo Junto de Você (GJV) será realizada na Região Noroeste de Goiânia, a partir desta quinta-feira, dia 25, e vai até domingo, dia 28. O programa do Governo de Goiás, coordenado pela Secretaria de Governo (Segov), vai atender a população na Avenida Mangalô, esquina com Rua Aurora, na Praça da Feira, Setor Morada do Sol. Desta quinta a sábado, 25 a 27, o atendimento será das 8 às 17 horas. No domingo, dia 28, das 8 às 12 horas.

Mais de 200 serviços serão oferecidos à população, como cortes de cabelo, atendimentos do Vapt Vupt, cursos, palestras, orientações sobre serviços do governo, apresentações artísticas, orientações de linhas de crédito, emissão de documentos, Passaporte do Idoso, corte de cabelo, atendimento oftalmológico, vacinação, verificação de pressão arterial e glicose, orientação jurídica, cadastramento de empregos e estágios e doações da OVG.

Como já é tradição em todas as edições do Governo Junto de Você, o programa oferece à população atendimentos gratuitos, prestados pelo Governo de Goiás, além de dar agilidade ao andamento de processos, entrega de benefícios e obras em todas as regiões no Estado, e também ouve críticas e sugestões do cidadão em uma estrutura montada especialmente para o evento.

Já foram realizadas 61 edições do programa em 28 cidades goianas entre abril de 2013 e novembro de 2017, somando o total de 4.025.844 atendimentos realizados. Agora, a expectativa é de aumento do número de pessoas atendidas.

Bazar Solidário
Além da estrutura de atendimento do governo do Estado e de instituições parceiras, o programa traz também o Bazar Solidário. A iniciativa, idealizada pelo secretário Tayrone Di Martino promove a arrecadação de peças de vestuário, calçados e acessórios, que serão distribuídos à população mediante a troca por materiais recicláveis.

“É mais uma maneira de assistir à população carente local, promovendo, além de cidadania, a sustentabilidade e a cultura de reutilização. Tudo dentro do padrão de excelência no atendimento próprio do Governo Junto de Você”, observa Tayrone.

Fonte/Imagem: Goiás Agora

6
Imagem: Reprodução Internet

A Prefeitura de Aparecida de Goiânia determinou que a Secretaria da Fazenda abra um processo licitatório para a construção de novos pontos de ônibus da cidade. A medida foi a primeira a ser tomada em relação aos abrigos, após a Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC) aprovar a transferência de gestão dos pontos de ônibus, que hoje é de responsabilidade da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), para os municípios, em reunião realizada nesta segunda-feira (22).

O prefeito da cidade e presidente da CDTC, Gustavo Mendanha (PMDB), determinou que a secretaria abra as licitações, contudo, ainda não há data para que o processo licitatório seja oficialmente aberto. A empresa contratada ficará responsável por construir novos pontos de ônibus na cidade.

A decisão de que os municípios ficam responsáveis pela construção e manutenção dos abrigos foi divulgada na mesma reunião em que se estabeleceu o aumento da passagem do transporte coletivo para Goiânia e região metropolitana. Na ocasião, o presidente da CMTC, Fernando Meirelles, disse que os 19 municípios que integram a rede de transporte coletivo não contribuem com a estrutura desses locais. “Nada mais justo que cada município ter a manutenção, a conservação e a construção de seus abrigos”, ressaltou. Fonte: Mais Goiás

7
Crédito/Reprodução: Montovani Fernandes

A Corte Especial do Tribunal de Justiça de Goiás, por unanimidade dos votos de seus integrantes, manteve a liminar concedida pelo desembargador Nicomedes Borges, em meados de dezembro do ano passado, que havia suspendido os efeitos da Lei 10.105/2017, de autoria do vereador Elias Vaz.

Na prática, a lei aprovada pela Câmara impedia o município de Goiânia de aplicar a integralização da planta de valores dos imóveis de Goiânia para efeitos da cobrança do IPTU e ITU, o que traria graves prejuízos ao erário municipal.

Ao justificar a busca do socorro jurídico, a procuradora-geral do Município, Anna Vitória Caiado, disse que, embora reconhecesse a legitimidade e autonomia legislativa da Câmara Municipal, a lei atacada padeceria de vício material, não podendo prosperar no campo jurídico.

Na peça em que pede a declaração de inconstitucionalidade da Lei aprovada pela Câmara, a Prefeitura sustentou que se trata de diploma legal que enseja renúncia de receita, na medida em que modifica elemento que afeta a definição da base de cálculo do IPTU, implicando em redução discriminada de tributos e consequente redução da receita orçamentária prevista, sem a devida estimativa do impacto orçamentário-financeiro.

No julgamento de hoje, Anna Vitória fez a sustentação oral e ratificou as alegações expressas na petição inicial protocolada junto à Corte. Com a decisão favorável, a Prefeitura mantém o calendário de cobrança do Imposto Territorial e Predial Urbano dos imóveis da Capital nas condições autorizadas pela Lei 9.704/2015 e continua o processo de integralização da planta de valores dos imóveis.

O prazo para pagamento do IPTU em parcela única, com desconto de 10% à vista, vence no próximo dia 20 de fevereiro, mesma data em que deverá ser paga a primeira parcela do imposto, se a opção for pelo parcelamento em até 11 vezes, lembrando que o valor mínimo da parcela não poderá ser inferior a R$ 24,52.

8
Fotos: Luciano Magalhães/Secom

A Prefeitura de Goiânia está implantando um novo conceito de paisagismo na cidade. Quem passa pelas principais vias, já percebe novidades nas floreiras, canteiros, pergolados, cercas, dentre outros elementos que, além de cor e contraste, dão vida à cidade.

O projeto é desenvolvido pela Companhia de Urbanização de Goiânia(Comurg) e segue um conceito que prima pelo desenvolvimento sustentável e economia. A matéria- prima utilizada é a madeira, pneus, caixas d´água de amianto, areia, pedriscos, dentre outros, e recebe uma floração variada, abrangendo tanto plantas de pequeno porte: Verbenas, Onze – Horas, Camomilas, Mini-Camarás; quanto de maior porte: Resedás, Quaresmeiras, Espirradeiras, Ipês, Cambuís e outros.

O presidente da Comurg, Denes Pereira, explica que esse novo conceito possui um bom planejamento, não compromete a permeabilidade do solo e é de fácil manutenção. O objetivo é reaproveitar o máximo possível de todo resíduo que chega até o órgão, bem como fazer com que esses elementos decorativos durem por mais tempo.

O trabalho executado pela Diretoria Operacional busca a redução de custos e consegue aliar o conceito de sustentabilidade às belezas urbanísticas nas praças e canteiros centrais da Capital, como as praças Joaquim Rufino Ramos Jubé, conhecida como Praça da Cirrose, no setor Oeste; Av. Goiânia com GB-5, no J. Guanabara; Praça Latif Sebba, no cruzamento das avenidas 85, D e Rua 87, entre os setores Marista, Oeste e Sul; Praça na Av. Frei Confaloni, no Conjunto Vera Cruz II; Praça Delmiro Paulino, no cruzamento da Rua 90 com Av. 136, no setor Sul; Praça Benedita da Silva Lobo, conhecida como Praça do Cigano, e Praça Dom Prudêncio, na Av. Castelo Branco, setor Rodoviário; Av.C-205 esq. Av. C-198, no Jardim América; Av. T-9 esq. Av. 85 e Av. T-2 esq. T-7, no setor Bueno; Av. Feira de Santana esq. Antônio Fidelis, no Parque Amazônia; Av. Araguaia, Av. Paranaíba com Rua 4 e Av. Goiás com Paranaíba, no Centro; Praça Vicente Terra, no Recanto das Minas Gerais; Av. Americano do Brasil, ao lado do Parque Areião, no setor Pedro Ludovico; confluência das Ruas U-82, Monte Castelo e Av. T-9, no Jardim Planalto; Av. Vieira Santos esq. Av. Rio Vermelho, no Jardim Itaipu; dentre outras.

Pareceria Público-Privada
O novo conceito paisagístico de Goiânia, coordenado pelo engenheiro agrônomo e paisagista Rafael Araújo Pacheco, também inclui parcerias público-privadas. Várias já foram firmadas e executadas e outras estão em andamento. Um exemplo a ser seguido é a Praça do Senac, no setor Santa Genoveva. A Comurg elaborou o projeto urbanístico e cedeu toda mão de obra qualificada. Já o Senac contribuiu com todo material.

A unidade ganhou um paisagismo de fácil manutenção, com espécies floríferas perenes e espécies arbóreas com flores como Ipê Branco, Jacarandá Mimoso e Pau-formiga. As plantas herbáceas também foram escolhidas a partir de espécies que não precisam ser replantadas, como Camarás, Verbenas, Onze-horas, Grama-amendoim e Asistásia-variegata.

A praça tem 7.440 m² de área e recebeu cerca de cinco 5 mil m² de grama, sendo que de forma diferente das últimas administrações optou-se por utilizar, em sua maioria, a grama-batatais, uma espécie mais rústica e de menor consumo de água em relação à grama-esmeralda.

Outra novidade deste projeto foi à implantação de um sistema automatizado de irrigação guiada por uma mini-estação meteorológica própria, também projetada e desenvolvida por Pacheco, que funciona automaticamente, adequando a lâmina d’água pré-programada às condições meteorológicas do momento, evitando desperdício de água. “Atendendo à solicitação do prefeito Iris Rezende, estamos fazendo com que Goiânia fique mais bonita a cada dia e consolidada como uma cidade digna de ser visitada e habitada”, finalizou Denes Pereira.

Fonte: Da editoria de Urbanização/Secom
Fotos: Luciano Magalhães

58
Imagem: Reprodução Internet

Resultado de imagem para transporte coletivo de goiania lotadoFoi aprovado na tarde desta segunda-feira (22) o reajuste da passagem do transporte coletivo em Goiânia para R$ 4, pela Câmara Deliberativa de Transporte Coletivo (CDTC). A partir de quarta-feira (24), novo valor será praticado. Atualmente, o usuário do transporte público paga R$ 3,70.  A CDTC conta com 11 membros, representantes dos municípios que compõem a região metropolitana de Goiânia. O único que não votou mais enviou um servidor para votar no seu lugar, foi o secretário de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Assuntos Metropolitanos e Infraestrutura Vilmar Rocha.

Veja quem foi favorável e contra a aprovação:

FAVORÁVEL: Prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha
FAVORÁVEL: Prefeito de Goiânia, Iris Rezende
FAVORÁVEL: Secretário de Estado de Meio Ambiente, Cidades, Infraestrutura e Assuntos Metropolitanos, Vilmar Rocha
FAVORÁVEL: Prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, representante dos demais prefeitos da Região Metropolitana
CONTRA: Deputado estadual Marlúcio Pereira, representante da Assembleia Legislativa
CONTRA: Vereador Clécio Alves, representante da Câmara de Goiânia
FAVORÁVEL: Presidente da Agência Goiana de Regulação, Ridoval Chiarelotto
FAVORÁVEL: Secretário municipal de Planejamento e Habitação, Agenor Mariano
FAVORÁVEL: Secretário municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade de Goiânia, Fernando Santana
FAVORÁVEL: Presidente da CMTC, Fernando Meirelles
FAVORÁVEL: Vereador por Trindade, Agneuson Alves, representante das Câmaras Municipais da Região Metropolitana